Search
Domingo 30 Abril 2017
  • :
  • :

Incertezas ameaçam recuperação da economia brasileira em 2017

Incertezas ameaçam recuperação da economia brasileira em 2017

CRUZANDO FRONTEIRAS. Desde Brasil, Río Grande do Sul , Faby Trevy y su Diario Uruguai.

Esse é o cabeçalho de muitos periódicos nacionais e internacionais.
Mas inicío este paragrafo , não tentando justificar esta situação, ou como modo de criticar partido A ou B.

A questão acima mencionada, e/os parágrafos muito bem elaborados circulando nos mais diversos meios de comunicação mundialmente conhecidos ,por inúmeros momentos esquecem de mencionar ,ou refrescar a memoria politica da população Brasileira espalhada pelo mundo.

Estes casos de corrupção, os quais ,mais estão em evidencia ultimamente não seriam novidades para muitos amantes e conhecedores do assunto a alguns vários anos atrás;Recordo-me ainda de uma professora de OSPB (Organização Social e Política do Brasil era uma disciplina do ensino básico no Brasil, entre 1962 e 1993 O ensino de OSPB foi proposto , durante o governo de João Goulart, na Indicação Nº 1 do Conselho Federal de Educação, de 24 de abril de 1962. E o seu estudo deveria servir para apresentar aos jovens estudantes as instituições da sociedade brasileira e a organização do Estado, a Constituição, os processos democráticos, os direitos políticos e deveres do cidadão. Seus modelos eram a “Instrução Cívica” francesa e a “American Government” americana.)Se tivessemos posto em prática tudo que se aprendeu ,não estaríamos a deriva neste mar de involuções,Sem terra à vista.

Seguindo a isto e voltando ao assunto em questão tal professora nos dizia lá no inicio dos anos 90 ,e afirmava com total convicção que o Brasil que deveríamos nos envergonhar dos panoramas políticos que teríamos a infeliz convivência nos anos 2000.

E assim foi e assim é,Talvez ela tenha sido radical naquele momento,mas hoje vejo que ela estava totalmente correta.

Pois vivemos a mais profunda crise moral e ética ,Os recentes episódios ocorridos no parlamento brasileiro e fartamente expostos pela mídia demonstram a total falta de compromisso com interesses coletivos e cristaliza a crise moral.

Nossos representantes no parlamento parecem preocupar-se tão somente com a própria manutenção no poder e obtenção de vantagens pessoais, conduzindo-se por uma inclinação devassa que chega a enojar. Enfim, toda essa sorte de mazelas que parece demonstrar que o povo brasileiro vive num enorme carnaval de bandalheiras, numa incessante orgia de falcatruas que se repetem com frequência tal que, cerca de dois ou três meses do último escândalo, já não se tem mais lembrança dos detalhes dos primeiros.Por este motivo fiz o comentário sobre a Crise de consciência politica vivemos em estado de barbárie. À roubalheira desenfreada e pluripartidária na Petrobras ,Odebrecht, Lava Jato e outras inúmeras que por certo virão.

O assunto é muito complexo ao se falar em politica, há os que, ainda acreditam que listas é como lista de supermercado, se o preço foi alto ,temos duas opções, adquiri-lo ou simplesmente optar por comprar um de menor valor e qualidade baixa.

Mas para não me estender termino este texto, confesso que um pouco desesperançosa com o cenário, mas como diz o ditado A Esperança é ultima que morre ,Tento respirar fundo e seguir a frase que descreve muito bem o povo Brasileiro ” Sou Brasileira e não desisto nunca”.
O que permanece uma fagulha de fé, pois somente com fé teremos,quiça uma luz no final do túnel .



Eduardo Mérica, periodista uruguayo desde 1979. Integrante de las redacciones de La República, Estediario, El Deportivo Sport Magazine y Marca. Tuvo pasajes por radio CX 32 Radiomundo "Contacto Deportivo" y CX 38 Sodre. Redactor creativo del programa Vida Sana (Canal 5 Sodre), Jornalista en A PLATEIA Livramento, Brasil. Sub Editor de ACAURUGUAY.COM y Editor de www.diariouruguay.com.uy y www.futboluruguayo.uy. Es miembro de AER y presidente de la filial APU (Asociación de la Prensa Uruguaya) Rivera.


Deja un comentario